Estado de São Paulo

dezembro.2022

São Paulo tem superávit no comércio interestadual

Análise em PDF

Comércio paulista por vias internas, segundo atividades econômicas

Estado de São Paulo, 2018, em R$ milhões

De acordo com a Tabela de Recursos e Usos (TRU), divulgada em 2022 pelo IBGE, o total comercializado pelo Estado de São Paulo com as demais Unidades Federativas (UFs) apresentou superávit de aproximadamente R$ 360 bilhões, em 2018. Dentre as atividades econômicas que mais contribuíram para esse saldo positivo, destacam-se as vendas de produtos vinculados às indústrias de transformação e aos serviços associados às atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados, que alcançaram superávit de R$ 201,0 bilhões e R$ 129,0 bilhões, respectivamente. Já a agropecuária, os serviços de eletricidade e gás, água, esgoto e gestão de resíduos e as atividades provenientes das indústrias extrativas registraram os maiores saldos negativos.

Comércio paulista com outros países, segundo atividades econômicas

Estado de São Paulo, 2018, em R$ milhões

Em termos de comércio com outros países, em 2018, a economia paulista registrou déficit externo de R$ 58,6 bilhões, explicado, principalmente, pelas compras externas de produtos industriais, que registraram saldo negativo da ordem de R$ 57,7 bilhões. Dentre os saldos positivos, além dos transportes, ganham destaque os produtos das indústrias extrativas, com exportações de óleo bruto de petróleo, decorrentes da exploração do pré-sal da Bacia de Santos, e da agropecuária.