Estado de São Paulo

junho.2022

Inovação no setor farmacêutico e farmoquímico

Análise em PDF

Taxas de inovação em produto novo para o mercado nacional de empresas da indústria e do setor farmacêutico e farmoquímico

Estado de São Paulo e demais estados, 2006-2017, em %

De acordo com a última Pesquisa de Inovação (Pintec), do IBGE, relativa ao período 2015-2017, 35,4% das empresas do setor farmacêutico e farmoquímico sediadas no Estado de São Paulo informaram ter inovado com produtos para o mercado interno, contra a média de 21,6% dos demais estados. O resultado revela aumento de 6,0 p.p. na comparação com os 29,4% registrados no levantamento anterior (2006-2008).

 

Taxas de inovação em produto novo para o mercado mundial de empresas da indústria e do setor farmacêutico e farmoquímico

Estado de São Paulo e demais estados, 2006-2017, em %

Já as empresas do Estado de SP com inovações que geraram produtos inéditos para o mercado mundial passaram de 3,0% para 8,9% entre os períodos analisados. Nos demais estados, o avanço foi de 3,2% para 3,9%.

 

Percentual do gasto total em P&D em relação à receita líquida de vendas (RLV) da indústria e do setor farmacêutico e farmoquímico

Estado de São Paulo e demais estados, 2006-2017, em %

Quanto ao esforço de inovação das empresas medido pela relação entre dispêndios em P&D e receita líquida de vendas (RLV) das empresas, o crescimento foi maior nos demais estados, avançando de 1,4% para 2,3%, entre 2006-2008 e 2015-2017. No Estado de São Paulo, essa relação evoluiu de 2,3% para 2,7% no mesmo período. Para o total da indústria paulista, o indicador manteve-se na faixa de 0,9%.

 

Fonte: IBGE. Pesquisa de Inovação – Pintec; Fundação Seade.